08:00:02pm 11/12/2017

Instrumento de Desenvolvimento da Cacauicultura do Pará



A Secretaria de Estado de Agricultura está desenvolvendo o Projeto “Sabores do Pará”, visando a aumentar a produção e qualidade de produtos típicos da culinária paraense e que fazem parte do hábito alimentar da população, promover sua divulgação e inserção nos mercados nacional e internacional, e incentivar o desenvolvimento de novos produtos deles derivados. Como foco inicial do projeto, foram selecionados a mandioca e seus derivados, o jambú, a pimenta de cheiro e o queijo do Marajó.

O estado do Pará apresenta uma identidade cultural própria, expressa nas mais diversas manifestações, dentre elas a culinária local. Esta por seu turno é o resultado do processamento de diversos produtos de origem animal e vegetal produzidos localmente que ocupam produtores rurais das mais diversas escalas.

Essa variedade de produtos, não se constitui apenas como um patrimônio cultural, mas representa uma oportunidade de negócios, que devidamente ordenada, tem grande potencial na geração empregos e renda no setor agropecuário local.

Por outro lado, o aproveitamento desses produtos e seus derivados têm ganhado amplo aspecto, despertando o interesse do setor gastronômico, seja para a produção dos já reconhecidos pratos típicos, ou para outras variações culinárias, cujo avanço tem sido freado pelo descompasso existente entre o processo de produção, a qualidade dos produtos e as exigências do mercado, cuja demanda não tem encontrado respostas do lado do setor produtivo de forma espontânea.

Considerando todos esses aspectos, faz-se necessário ampliar o debate sobre o tipo de modelo adequado para o desenvolvimento da produção dos produtos regionais que seja capaz de promover o fortalecimento dessas cadeias produtivas e ordenar a produção, gerando condições para o aumento da produção capaz de atender a demanda dentro das exigências impostas pelo mercado local, nacional e internacional contribuindo dessa forma para a manutenção da identidade cultural e para o desenvolvimento regional sustentável do estado.