Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
15/09/2020 - 16:45

 

 

Programação com palestras e orientações, no bairro Uriboca, contou com a venda de hortaliças, plantas e flores produzidas por cerca de 30 trabalhadores locais.

 

Agricultores familiares das comunidades Belas Vista, São Francisco e União, no bairro do Uriboca, em Marituba, Região Metropolitana de Belém, participaram na manhã desta terça-feira (15) do lançamento do Mês Agro, realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com a parceria da secretaria estadual de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

 

Denominada de 'Itinerante Rural', a programação contou as participações da Federação da Agricultura e Pecuária no Pará (Faepa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), Prefeitura Municipal de Marituba através da secretaria municipal de Agricultura e ainda da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

 

A Sedap, como ressaltou o secretário, ajuda o pequeno produtor a comercializar seus produtos através da promoção de feiras, encaminhando a produção até o mercado consumidor. “A Sedap incentiva para que ele (agricultor familiar) possa vender de uma forma direta ao consumidor final para obter renda e agregar mais valor ao produto e, assim retornar (recursos) à sua propriedade, e cada vez mais aumentar a produção”.

 

O secretário destacou que a programação, além de levar palestrantes e orientações aos produtores do Uriboca, também contou com uma feirinha de vendas de hortaliças, plantas e flores ornamentais produzidas por cerca de 30 trabalhadores locais.

 

A agrônoma Antônia Aleixo, da Diretoria de Agricultura Familiar (Dafa) disse que o projeto lançado oficialmente nesta terça-feira quer ajudar a alavancar esse setor produtivo no estado. “Com isso, queremos mobilizar as cadeias produtoras das regiões, organizar (a participação) em eventos para trabalhar as problemáticas e entraves da agricultura e incentivar junto às organizações presentes com o objetivo de desenvolver a agricultura familiar no estado”.

 

O diretor-superintendente do Sebrae, Rubens Magno, ressaltou que os órgãos e instituições voltados ao 'Agro' estão cumprindo o seu papel, que é desenvolver e dar suporte aos empreendedores do setor. “O Sebrae criou um grande projeto, intitulado 'Pará Agro' para trazer cursos, eventos, palestras, trabalhar a questão de logística, um ponto fundamental desses pequenos empreendedores e principalmente, escoar de maneira correta suas produções”.

 

Para a agricultora Rosa Maria Araújo, que trabalha em uma das comunidades familiares do Uriboca, o apoio do governo do Estado, Sebrae e demais parceiros tem sido fundamental para a viabilização do trabalho. Ela recebeu um certificado por ter participado de um dos cursos ministrados pelo Senar e Sebrae.

 

Madalena Santos é irmã de Rosa Maria e, também, trabalhadora agrícola. Ela disse que o incentivo repassado pelos entes do setor agro tem possibilitado a abertura das portas para os produtores da comunidade. “Melhoraram as nossas vendas, inclusive nesse período de pandemia em que nos tornamos mais conhecidos. Conseguimos vender bastante. De tudo um pouco foi procurado. Desde flores até plantas medicinais e hortaliças”, comemorou a produtora.

 

Até o próximo dia 19, haverá Itinerante Rural nas localidades onde o Sebrae tem agências.

Confira mais fotos: https://www.facebook.com/sedapPARA/posts/2837987989765646?__tn__=K-R

Texto: Rose Barbosa
Fotos: Mateus Costa