Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
31/12/2019 - 19:15

 

 

Distribuição de mais de 3 mil quilos de sementes, expansão do Programa de Melhoramento Genético de Búfalos (Promebull), aumento na produção de pescado, ampliação de linhas de créditos para a agricultura familiar e incentivo à produção cacaueira e de floricultura no Pará foram alguns dos resultados colhidos este pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap).

 

De acordo com o titular da pasta, Hugo Suenaga, no que se refere a distribuição de sementes, em especial do açaí, a ação realizada pela Sedap em 2019 irá resultar na formação de um milhão e 700 mil mudas do fruto no quarto ano de cultivo. Em todo este ano, segundo observou, houve a distribuição de 2.520 quilos de sementes melhoradas de açaí. Essas sementes são oriundas de um convênio mantido pela secretaria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Amazônia Oriental).

 

Além do açaí, foram distribuídos 67.640 unidades de sementes de cupuaçu e kits de sementes de hortaliças como alface, couve, coentro, quiabo, abóbora, melancia, pepino, pimentão, cenoura beterraba e repolho. Foram repassados 192 kits que beneficiaram diretamente 182 produtores das Regiões de Integração de Carajás, Guajará, Guamá, Lago de Tucuruí, Marajó, Rio Caeté, Rio Capim e Tocantins.

Foto: Arquivo / Ag. PA

Genética - O secretário de agropecuária e da pesca anunciou, ainda, a expansão do Promebull para outras regiões do Estado. Atualmente, o programa se concentra basicamente no Marajó. De acordo com Suenaga, o último levantamento feito até o mês de novembro, mostra que nasceram 180 bezerros de alto valor genético nessa região.

 

Participaram do programa 27 propriedades sendo 19 em Cachoeira do Arari, seis em Salvaterra, uma em Soure e uma em Pontas de Pedras. O secretário assim como a equipe envolvida no Promebull, que é executado em mais uma parceria com a Embrapa, participou de circuitos de palestras e workshops voltados para os criadores de búfalos com o objetivo de levar informações e ampliar a divulgação junto ao segmento.

 

"O Promebull tem várias vertentes, tanto para o melhoramento genético do animal como para o desempenho na parte de corte e leiteira. Estamos expandindo essa iniciativa para todo o Estado", anunciou Suenaga. As propriedades em fase de seleção são dos seguintes municípios: Santarém, Almerin, Monte Alegre, Alenquer, Nova Timboteua, Vizeu, Terra Alta e Parauapebas.

 

Chocolates e flores – Inovações e curiosidades marcaram este ano o Festival do Chocolate e Cacau e a 18ª Exposição Flor Pará, realizados no Hangar Centro de Convenções. A programação é resultado do incentivo que o Governo do Estado vem dando à produção cacaueira e de flores.

Foto: Arquivo / Ag. PA

Em 2019 o Procacau (o programa de incentivo à cultura cacaueira) promoveu palestras para orientar sobre como acessar os recursos do Fundo de Apoio a Cacauicultura do Estado do Pará (Funcacau) em nove municípios das regiões do Lago de Tucuruí, Xingu, Araguaia, Guamá e Tocantins beneficiando 227 produtores. O programa apoiou, também, a participação do Pará em vários eventos nacionais e internacionais, como a 25ª Edição do Salão do Chocolate em Paris, na França.

 

Também este ano houve a implantação dos chamados minifestivais de chocolates, flores e joias da Amazônia, no Espaço São José Liberto – Polo Joalheiro. A programação ocorreu nos meses de maio, junho, julho, agosto, outubro e dezembro com atrações culturais e servindo de vitrine aos produtos e inovações da cadeira do cacau, flores e joias produzidas pelo polo joalheiro. Houve em cada edição a participação de 20 produtores dos municípios de Belém, Marituba, Santa Bárbara e Castanhal.

Foto: Arquivo / Ag. PA

Pesca e Aquicultura - Em abril deste ano, no período da Semana Santa, foram comercializadas 190 toneladas de pescados e 5 mil unidades de caranguejos, beneficiando aproximadamente 950 mil pessoas. A ação ocorreu em parceria com 180 psicultores das regiões do Baixo Amazonas, Guajará, Guamá, Lago de Tucuruí, Marajó e Rio Capim.

 

A Sedap fez, ainda, a distribuição de 218 mil alevinos para municípios das regiões do Baixo Tocantins e Tapajós beneficiando 140 piscicultores.

 

Foram realizadas visitas técnicas nos municípios de Ipixuna do Pará onde já foram selecionadas 30 famílias e São Geraldo do Araguaia para serem beneficiadas com obras de escavação do Programa de Infraestrutura para Aquicultura que prevê, entre outras ações, a abertura de viveiros escavados e aquisição de tanques-rede.

 

Agricultura familiar - Em 2019, a Sedap, através da Diretoria de Agricultura Familiar, desenvolveu várias ações de incentivo a oferta e a demanda de produtos da agricultura familiar. Houve a realização de palestras e oficinas sobre as políticas públicas para a agricultura familiar objetivando o incentivo da alimentação familiar na merenda escolar.

 

Como parte das ações, foi implantado o projeto "Asas Verdes" que objetiva fortalecer o protagonismo infantil, com base na proteção ao meio ambiente. O projeto faz parte do Programa Território pela Paz (TerPaz) do governo do Estado. Com o apoio doe diversas instituições, o projeto pretende desenvolver 80 espaços de cultura e lazer aliados ao paisagismo.

 

Também através da agricultura familiar houve o envio, ao Banco do Brasil, de cinco propostas de financiamento através do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) de uma área de 17,89 hectares no município de São Geraldo do Araguaia para famílias de horticultores que fornecem produtos para a alimentação escolar produzidos na área arrendada. Através do PNFC, os agricultores recebem não apenas recursos para a compra de terras, mas também o apoio para a infraestrutura comunitária e capacitação com vistas à consolidação socioeconômica nas unidades produtivas.

 

Rose Barbosa