Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
18/10/2019 - 14:45

 

Para fortalecer a ação de fiscalização no Estado do Pará, a Secretaria de Estado e Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), articulou uma ação conjunta para que o fluxo do pescado seja monitorado somente por uma barreira, com o objetivo de impedir que o peixe seja comercializado fora dos padrões da fiscalização sanitária.

 

Todo pescado precisa apresentar o SIF (Serviço de Inspeção Federal) para que o produto seja legalmente comercializado. Há uma concorrência desleal sem esse controle sanitário. A Sedap em parcerias com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Sinpesca (Sindicato das Indústrias de Pesca, da Aquicultura e das Empresas Armadoras e Produtoras, Proprietárias de Embarcações de Pesca do Estado do Pará) vão intensificar a fiscalização sanitária nas fronteiras do Maranhão, Amazonas e Tocantins.

 

Texto: Camila Botelho
Fotos: Mateus Costa