Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
18/09/2019 - 19:00

 

O secretário de Estado e Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Hugo Suenaga, participou nesta Quarta-feira (18), da coletiva de Imprensa do 6º Festival de Chocolate e 18º Flor Pará.

 

O secertário destacou que o Pará, mesmo tendo uma área menor que a Bahia, em produção do cacau, consegue produzir duas vezes mais e ressaltou a importância do cacau para secretaria que está trabalhando cada vez mais no aumento da produção no estado. Agradeceu a parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e demais parceiros, na questão da qualidade das amêndoas. “Este é o nosso foco na secretaria, aumento da produção, a qualidade das amêndoas e dar visibilidade do nosso chocolate perante ao país e ao mundo”.

 

Para o evento de chocolate, foi pensado em quatro cadeias importantes, o cacau, as flores, principalmente tropicais e folhagens, as joias, dando visibilidade para a Amazônia e a gastronomia.
Segundo Suenaga, as empresas estão começando um diálogo com o governo do estado para aumentar e qualificar a amêndoa de cacau e a Sedap tem aumentado o aumento da produção. A expectativa é de 30 mil pessoas no evento e que seja gerado 6 milhões em negócios.

 

Representado a Sedeme, Luciana Centeno, coordenadora de mercado, avaliou que o foco do evento é na Amazônia, na produção do cacau e a verticalização da amêndoa. Comentou que no festival terá exposições que vão apresentar à população paraense e para quem vem de fora, a biodiversidade do Pará e como é produzido este cacau diferenciado, como chocolate, nibs e outros produtos do cacau com uma identidade de sabor muito especial. “Nós temos produtos de origem onde a questão geográfica, climática, cultural de quem trabalha com essa matéria-prima, influencia no sabor”.

 

De acordo com Luciana, será lançado algumas novas marcas de chocolates, nos stands do festival, estimulando novas empresas a investirem no mercado.

 

Texto: Camila Botelho
Foto: Mateus Costa