Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
10/06/2019 - 14:15

 

A 2° Edição do Mini festival de Flores, Chocolates e Joias no Espaço São José Liberto teve bom público, que vem se acostumando com a periodicidade do evento. A realização, promovida pela Secretaria de Estado e Desenvolvimento e Agropecuário e da Pesca (Sedap) em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) objetiva fortalecer a cultura regional.

 

A produtora Kátia Pereira, da empresa terrarte Pará, acha essencial o evento, principalmente para pequenos produtores com um espaço que tem um público garantido. “Estar aqui, nos dar a mesma visibilidade que as grandes empresas têm, é uma vitrine para os nossos negócios.” A florista Lena Afonso afirma que o público foi bom “É preciso dar continuidade a este evento para que melhore sempre mais”.

 

Os deliciosos chocolates, feitos por produtores locais vieram em maior quantidade, por conta do sucesso que foi a primeira edição. A produtora, Gisele Guedes, da Rede de Cooperação Mãos Solidárias (Recomsol), formada por mais de 90% por mulheres, acredita que trabalhar em eventos como esse ajuda a fortalecer a economia local. “Com o incentivo que vem tendo o nosso trabalho, o público só tende a crescer.”

 

De acordo com Mateus Eduardo, Técnico de vendas do Instituto de Gemas da Amazônia (Igama). A venda foi boa. “Foi notório o aumento de visitantes em virtude da feira e do dia dos namorados.”

 

Para Dulcimar Melo, Coordenadora de floricultura da Sedap, a venda foi muito boa, a comercialização foi satisfatória e é esperado um número maior de visitantes no festival de verão que acontecerá nos dias 5 e 6 de julho.

 

O Mini Festival teve como tema o “Arraiá dos Namorados” que contou com terráreos, cactos, orquídeas, arranjos florais, bombons de produtores e empresas regionais com variedades de sabor, cacau de 55% até 95%, nibs, brownies e geleias. As próximas edições serão o festival de verão, em Julho, dia dos pais, em agosto, Festival Internacional Chocolat Amazônia, em setembro, Círio de Nazaré, em outubro, e Natal, em dezembro.

 

Texto: Camila Botelho
Fotos: Mateus Costa