Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
03/12/2018 - 12:00

A distribuição de mudas e sementes de banana, açaí e cupuaçu será realizada até o fim de dezembro em municípios das 12 regiões de integração de todo o Estado. A ação é da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) que mantém parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), na área de pesquisa e fornecimento de material genético.

São cerca de 200 mil mudas e sementes melhoradas que vão beneficiar os produtores paraenses de frutas e as agroindústrias de beneficiamento da produção. O plantio começa neste mês de dezembro, com o início do período chuvoso. Cerca de 1.400 produtores serão beneficiados com as 70 mil mudas de bananeiras Pacovã-Ken e Vitória, espécies resistentes às doenças e mais aceitas no mercado para comercialização. Cupuaçu são 99 mil sementes para 1.603 produtores e açaí, duas toneladas de sementes para 2.372 agricultores cadastrados.

Para se ter uma ideia do impacto econômico de toda essa distribuição, tomamos como exemplo a região de integração do Guamá, a maior do Estado com 15 municípios, onde são distribuídos 399 quilos de sementes melhoradas de açaí para 580 famílias de produtores. Esse material vai gerar 284 mil mudas que, em 2020 resultarão em 1.100 hectares plantados e uma produção estimada, no quarto ano de cultivo, em torno de 3.450 toneladas de frutos.

A comercialização desses frutos pelo agricultor, ao preço médio de R$ 25,00 por rasa (28k), geraria um montante de R$ 3 milhões à economia da região. O beneficiamento em agroindústrias, dessa mesma produção, resultaria em 840 toneladas de polpa congelada, que se vendidas ao preço de hoje, proporcionaria ao Estado uma receita de R$ 6,3 milhões, segundo cálculos dos técnicos da Sedap.

A fruticultura é um dos segmentos no setor agrícola que recebe apoio da Sedap voltado ao fortalecimento socioeconômico e ambiental da economia paraense. As ações incluem ainda, a distribuição de máquinas para mecanização e melhoramento do trabalho no campo, além de insumos agropecuários e estímulo à produção, promoção e comercialização dos produtos regionais.

 

Leni Sampaio - Sedap