Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
07/05/2018 - 10:45

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), através da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) e a Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA), realizaram na noite deste quinta-feira (03), uma reunião interinstitucional com a diretoria nacional da CEPLAC e assessoria técnica do MAPA.

 

Na oportunidade, o Superintendente Regional da Ceplac nos Estados do Pará e Amazonas, José Raul dos Santos Guimarães, apresentou um panorama atual do cacau onde foi mostrado que o Pará é o 8º maior produtor do planeta, ficando atrás apenas da África. São nada menos que 125 mil toneladas em 2017, o que equivale a 53% de toda produção brasileira.

 

Quase 90% desse potencial produtivo se concentra na região da Transamazônica, num universo que abrange mais de 22 mil produtores cujo patamar de excelência atingido colocou o Pará sob os olhos do mundo do chocolate, especialmente o gourmet.

 

Isso é reforçado pelo lado socioambiental da cultura cacaueira que estimula a agricultura familiar, recupera áreas alteradas, gera empregos e sequestra carbono, dentre vários outros benefícios.

 

Representando a Sedap, estiveram presentes Vanja Britto, Neka Minssen e a Secretária Adjunta, Rosirayna Remor.

 

Também participaram representantes da Emater, UFRA, Banco da Amazônia, Faepa, Sedeme, Sectet, Superintendência Federal de Agricultura e Adepará.

Tags: