Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
13/01/2022 - 08:45

 

Texto: Rose Barbosa - Ascom Sedap

Fotos: Leandro Reis - Ascom Sedap

 

 

Há 52 anos, Manoel Lopes sobrevive da venda de açaí. Nesta quarta-feira (12), o vendedor teve motivos não apenas para comemorar os 406 anos da cidade em que vive, como também por causa do impulso que as suas vendas devem ganhar de agora em diante. Ele foi um dos 240 trabalhadores contemplados com o kit açaí entregue pelo Governo do Estado através da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), nesta quarta-feira (12), no dia do aniversário de Belém.  

 

 

O anfitrião da programação foi o governador Helder Barbalho que ao lado do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues e do secretário de desenvolvimento agropecuário e da pesca, Giovanni Queiroz repassou aos batedores de açaí 1.680 equipamentos utilizados para a melhoria da qualidade do produto vendido em Belém. Além de 1.200 basquetas, foram repassadas 240 mesas de aço para peneiramento e 240 máquinas de branqueamento com temperatura regulável. 

 

 

No estacionamento da tradicional feira do Ver-o-Peso, o chefe do executivo ressaltou a importância da utilização desses equipamentos para a melhoria da qualidade do açaí e condições de trabalho dos batedores artesanais. Citou o empenho do Governo do Estado em parceria com o Instituto Ver-o-Peso e Prefeitura de Belém para estimular a melhoria no açaí vendido ao consumidor e também as vendas de que sobrevive do tradicional produto paraense. 

 

Além do branqueador e da mesa de seleção, cada trabalhador recebeu cinco basquetas para melhor acondicionar o fruto. O valor unitário de cada kit custa em média R$ 3.849,00. O valor total dos equipamentos entregues foi de quase R$ 1 milhão. 

 

 

Aprovação - O repasse do kit açaí deixou vendedor Manoel Lopes satisfeito. Ele acredita que o futuro de quem trabalha no ramo só tem a melhorar. “Eu nunca havia visto a entrega de equipamentos para melhorar a qualidade do açaí. Eu já tive o meu, adquirido um tempo atrás, mas já sem condições de uso. A categoria está satisfeita e torce para que esse repasse seja estendido a outros batedores também", ressaltou. 

 

O secretário adjunto da Sedap, Lucas Vieira informou que a entrega desta quarta-feira foi o início do repasse total de três mil equipamentos que integram o Programa de Boas Práticas de Processamento de Açaí. O previsto é que atendam trabalhadores não só da capital quanto de outros municípios da Região Metropolitana. A seleção dos beneficiados está sendo feita através de uma parceria com a Prefeitura de Belém, Vigilância Sanitária (municipal) e associação da categoria. O secretário explicou que através desse trabalho integrado, é feita uma inspeção nos locais de venda para levantar quais são os trabalhadores que necessitam dos equipamentos. 

 

 

Foi através dessa verificação que a batedora de açaí, Conceição da Silva, de 66 anos, foi uma das selecionadas com o kit. Há 47 anos trabalhando no Ver-o-Peso, ela ressaltou que precisava desse estímulo para melhorar o processamento do produto.  “Esse kit açaí foi um verdadeiro presente para Belém, para o consumidor e para nós. Vai melhorar para todo mundo. Eu estou muito alegre. Recebi a visita do pessoal do Instituto Ver-o-Peso, que com muita dedicação está ajudando os batedores de açaí e feirantes de Belém a melhorar seu meio de trabalho”, ressaltou Conceição.

 

 

O coordenador de o Instituto Ver-o-Peso, Manoel Rendeiro, mais conhecido como “Didi”, disse que a entrega dos kits foi uma garantia dada pelo governador Helder Barbalho durante o repasse de itens para os feirantes da 25 de Setembro no início de dezembro do ano passado. “Isso representa para a nossa categoria que cada vez o governador nos surpreende. Foi feito uma parceria com o instituto e a Sedap para o repasse desses equipamentos. É um desafio. O governador nos pediu para fazermos uma pesquisa socioeconômica da situação dos nossos batedores de açaí; reunimos com a associação e cooperativa da categoria que nos passaram uma relação e em cima dessa listagem fomos fazer uma visita nos locais de venda”, explicou Didi.

 

 

O gerente de fruticultura da Sedap, Geraldo Tavares, disse que a mesa de seleção e o branqueador são dois dos mais importantes equipamentos para garantir a melhor qualidade do açaí. “Esses itens são de grande importância para garantir as boas práticas de processamento do açaí, em condições higiênicas e sanitárias com segurança para o consumidor”, destaca.