Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
10/09/2021 - 11:15

 

Texto: Rose Barbosa / Ascom Sedap

Fotos: Divulgação

 

Produtores que atuam na bovinocultura de corte e de leite na Região de Integração do Araguaia estão sendo capacitados na teoria e na prática desde a semana passada através do Curso de Inseminação Artificial ministrado pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). O objetivo da programação é a preparação e a formação do público alvo, visando a melhora do rebanho e a geração de renda nas suas propriedades e nas demais áreas vizinhas. 

 

A capacitação iniciou pelo município de Pau D’Arco, mais precisamente, no assentamento Guarantã, onde 14 produtores participaram da programação que foi concluída no dia 3. Já em Rio Maria, o curso  iniciou nesta quarta-feira (8) e será concluído no próximo sábado (11). A capacitação ocorre na Vila Betel, a 50 quilômetros da sede do município e conta com a participação de 11 alunos.

 

 

Em Pau D’Arco e Rio Maria, a ação é desenvolvida em conjunto pela Coordenação de Produção Animal (que integra a Diretoria Agropecuária da secretaria) com a Regional de Redenção da Sedap. O coordenador da unidade regional da Sedap, Paulo Henrique Cavalcanti, disse que o aprendizado ofertado é de fundamental importância para o desenvolvimento do Estado. Lembrou que a região de integração do Araguaia possui o maior rebanho do Pará. 

 

“A partir da aplicação desta tecnologia, é possível obter animais com um maior potencial genético e consequentemente com uma maior produtividade”, enfatizou Cavalcanti.

 

Jovens- O coordenador de produção animal da Sedap, veterinário Ronnald Tavares, informou que em Pau D’Arco, a maioria dos 14 alunos que participaram do curso é da faixa etária jovem. “Esse diferencial demonstra o interesse na área pelos mais novos”, observou o coordenador. Tavares revelou que a Coordenação de Produção Animal tem recebido diversas solicitações para que a secretaria ministre esse mesmo conteúdo em outros municípios. 

 

O dono da Chácara Bela Vista, onde ocorreu o evento em Pau D’Arco, Sílvio Santos, disse que ficou muito satisfeito por ter contribuído com a concretização do curso e quis estimular os jovens produtores locais a conhecer as novidades sobre as práticas de inseminação bovina. “É um incentivo para que os jovens aprendam sobre essa profissão e desenvolvam o agronegócio para conseguir também desenvolver o rebanho”, assegurou.

 

Um dos jovens produtores que participaram da programação foi José Waldemar Filho. Ele ressaltou que se sente gratificado pela oportunidade e já tem planos de continuar a se qualificar. “Depois desse curso, pretendo fazer outro para me especializar mais ainda”, anunciou.

 

 

Outro participante, Advanildo Leite, reconheceu a importância do curso e acredita que será possível melhorar o rebanho local. “É de suma importância para a nossa região, para que nós possamos melhorar o nosso rebanho geneticamente e com isso conseguirmos um melhor desempenho na nossa pecuária, tanto leiteira, como de corte”, destacou o jovem produtor. 

 

No período de 17 a 20 de agosto, a programação teve como sede o município de Marabá, na Regional de Integração de Carajás,  e  contou com a parceria da Regional da Sedap de Carajás.