Sobre acessibilidade

áreas

Início >> Content
imagem: 

 A  bananicultura  vem  se  destacando, desde a década de 1990, como de   relevante importância econômica e social para os agricultores do Estado do Pará. No período de 1998 a 2000, a produção paraense chegou a possuir a maior área plantada em nível nacional, culminando com 60 mil hectares em 2000 . Em 2017, o Pará  foi  responsável  pela  produção de 521,5 mil toneladas, com  uma   área  plantada 52.962 hectares  ( IBGE, 2017), ocupando a 5ª colocação no ranking nacional.

    A  cultura  é  difundida no território paraense, com  as  mesorregiões do Sudeste e do Sudoeste  paraense responsáveis  por   cerca de 51,7%  da produção , onde é utilizada no sobreamento provisório do cacaueiro. Os principais municípios produtores são : Novo Repartimento,  Medicilândia e Altamira( IBGE ,2017).

Grande parte da produção é comercializada dentro do estado, que tem na capital o maior  mercado consumidor. Em 2017, foram comercializados na CEASA – Belém   um   volume superior  a 38 mil de toneladas , grande parte oriunda de outras unidades da federação, o que pode ser explicado pela grande  distância da capital ás regiões produtoras em território do paraense .

Nos últimos cincos anos, foram disponibilizadas em média 37.000t ao ano do produto, o que corresponde a aproximadamente R$  90 milhões do produto comercializado anualmente naquela central.

 

 

Data: 
2018
Categoria: 
Cultura: 
Permanente