Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
29/04/2019 - 14:45

 

O programa de melhoramento genético de búfalos (Promebull) foi tema de debate entre pecuaristas e técnicos na Feira de Negócios Agropecuário de Belém (Fenabel). O objetivo foi divulgar o Promebull entre os criadores de búfalos para produção leiteira no Pará. O programa começou há quatro anos, no Marajó, onde a pecuária bubalina é mais intensa, e hoje está em expansão pelas demais regiões do Estado.

 

Para participar o pecuarista deve se inscrever no Promebull Pará e atender algumas exigências do programa, como disponibilizar fêmeas de maior produção, retirar os touros e aceitar o sêmen sugerido ou o admitido pelo Promebull, além de criar condições de manejo adequado, com disponibilidade de pasto e mineralização dos animais.

 

O Programa de Manejo e Melhoramento da Pecuária Bubalina Leiteira Familiar do Pará foi criado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e pretende aumentar a população de búfalos geneticamente superiores para a seleção de carnes e leite.

 

O programa é considerado inovador para a cadeia produtiva da pecuária bubalina e utiliza sêmen e embriões importados de países que possuem base de búfalos domésticos como a Índia e a Itália.

Confira mais fotos no link: https://www.facebook.com/1595331740697950/posts/2385514438346339?sfns=mo

 

Texto: Camila Botelho - Sedap
Fotos: Mateus Costa - Sedap