Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
17/07/2019 - 14:30

 

Para avaliar a cadeia produtiva da pimenta do reino e discutir os problemas que ocorreram na exportação para União Europeia, o Secretário Adjunto, Lucas Vieira, recebeu representantes do Ministério da Agricultura, na Secretaria de Estado e Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). 
O Coordenador da qualidade vegetal, Hugo Caruso, comentou que historicamente a amostragem era de 5% da pimenta do reino e hoje é de 20%, o que aumentará o custo da exportação. “É importante que o Estado, por meio da Sedap, conheça a situação e reduza as contaminações para manter esse mercado de exportação aberto”. 
Sedap criará um grupo de trabalho com intenção de fazer com que Pará continue sendo o principal produtor da pimenta do reino no Brasil e para isso, contará com a colaboração das principais instituições, Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Empresa De Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER) e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).